Cinco vantagens de começar uma reforma em tempos de crise

25 Julho 2016
673 Views

 

Com a crise impactando financeiramente vários segmentos no mercado e na nossa vida surge a dúvida se começar a tão sonhada reforma nesse momento é a coisa certa a fazer.

Surpreendentemente, você pode tirar grande proveito desse momento. Nós da Asau temos algumas dicas para te ajudar a encarar uma reforma nos tempos de crise econômica:

  • Maior diversidade de materiais

Como muitas pessoas deixam de reformar nessa época por falta de planejamento financeiro, a procura de material cai. Ficando disponível um leque bem grande de diversidade de materiais nas lojas, assim você pode garantir aquele material especial que não era muito fácil de encontrar em épocas de grande procura.

 

  • Mão de obra mais fácil de ser encontrada

A crise torna mais fácil encontrar profissionais capacitados na aérea de construção civil porque a demanda de obras maiores é menor. Embora seja ruim para economia, é muito bom para quem está reformando, já que fica mais fácil encontrar um profissional experiente e que garanta um resultado melhor.

 

  • Negociar fica mais fácil

Mesmo durante a crise, o mercado permanece com a característica de que quanto maior a procura, maior o preço. Com a crise o poder de barganha aumenta e fica bem mais fácil negociar, principalmente com relação a serviços como mão de obra para instalações e acabamentos.

 

  • Quem planejou se beneficia

Se o dinheiro para a reforma já está nas mãos há algum tempo, esse é o momento certo. A negociação com dinheiro a vista é bem mais fácil e vantajosa. É possível conseguir grandes descontos nessa forma de pagamento e ser poupado dos juros de parcelamentos.

 

  • Todo o trabalho vale a pena no final

Com tantas notícias ruins e números desanimadores fica difícil se manter motivado. Uma reforma apesar de ser trabalhosa e levar tempo, ao fim é gratificante, pois todos gostam de ficar e compartilhar um ambiente bonito, bem planejado e novo.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *